lunedì 19 gennaio 2015

Unidos na oraçâo aos nossos colaboradores de Chitima

A imprensa internacional reportou um acontecimento muito grave particularmente triste para a população de Chitima che nós deixa enorme tristeza. Com isso,

O grupo O Viveiro de Chitima - Moçambique a partir de Roma-Italia comunica aos amigos, simpatizantes e socios que recebemos con profunda magoa, dor e consternação a morte de 74 pessoas desde sabado dia 10 de Janeiro 2015, em consequência do insidente de envenenamento da bebida tradicional, localmente conhecida por pombe. O incidente ocorreu nos arredores da vila de Chitima. Tudo indica que as vitima tinham bebido ao curso da jornada na cerimonia funebre. Os hospitais rurais de Chitima e do Songo ficaram superlotado, incapazes de responder as urgências a que foram submetidos.

Os factos reportados pelo eng. Manuel Abelho, a noticia foi ainda mais dolorosa, ao tomarmos conhecimento que entre os mortos estão também familiares de pelo menos dois colaboradores do centro O viveiro de Chitima. O viveiro apresenta desde já as sentidas condolências, as familias enlutadas da vila de Chitima e de modo particular aos familiares dos colaboradores do Viveiro, os pesames e seguramos a nossa oração.

Na espera dos resultados das analises e das investigaçoes criminais para o apuramento da origem do veneno e dos autores do crime, o governo de Moçambique decretou no passado dia 12, 13, e 14  de janeiro 2015, dias de luto nacional com a bandeira a meia aste.

O Viveiro, esprimimos a nossa participação na dor da população de Chitima e pedimos aos socios e amigos do viveiro para acompanharem com o pensamento e oração as nossas crianças, as meninas e o pessoal do centro que está a vivendo este momento dramatico.

Presidente
Flaminia Giovanelli


Traduzido para Portugues Pe. Altino

Nessun commento: